GDF assina contratos de R$ 13 milhões com agricultores para merenda escolar


]

governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), assinou na tarde desta sexta-feira (9), em cerimônia no Palácio do Buriti, contratos de R$ 13,2 milhões para a compra de alimentos para a merenda escolar. Os produtos serão fornecidos por 12 associações e cooperativas de agricultores familiares.
Segundo o GDF, com o investimento, cerca de 400 escolas serão atendidas e mais de 269 mil alunos da educação básica beneficiados. Serão adquiridas aproximadamente 4 mil toneladas de frutas, verduras e legumes.
A lista é composta por abacate, abóbora, abobrinha, alface, banana, batata-doce, beterraba, brócolis, cebola, cebolinha, cenoura, chuchu, couve, espinafre, goiaba, limão, maracujá, morango, repolho, salsa, tangerina, tomate, vagem, alho, coentro, couve-flor, inhame, pepino e pimentão.

A ação faz parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Para Rollemberg, a iniciativa é importante tanto do ponto de vista ambiental quando de sustentabilidade.
“É a oportunidade de fornecer uma qualidade melhor para a alimentação das crianças e ainda gerar emprego e renda para os agricultores familiares do DF."



Presidente da Associação Mista e representante das outras 12 entidades de agricultura familiar contratadas pelo GDF, Ivan Engler destacou que o programa dará tranquilidade para os pequenos produtores.
Esta foi a primeira vez que a atual gestão do governo conseguiu cumprir a lei 11.947 do PNAE, que prevê o repasse de pelo menos 30% do valor destinado à compra de alimentos escolares para agricultores familiares.
Segundo o GDF, isso acontecia porque uma parte mínima do valor contratado era executado, já que as associações não conseguiam ser regularizadas para receber a verba.
Em 2015, por exemplo, apenas 15% do valor contratado foi executado - cerca de R$ 1,4 milhão. Em 2018, a expectativa é de que 100% do valor destinado seja pago aos agricultores.
O contrato, a ser executado no ano de 2018, a partir de março, foi assinado em parceria com a Secretaria de Educação, a Secretaria de Agricultura e as associações contratadas

FONTE:G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário