Em pleno Dia Mundial da Água e em meio à crise hídrica, o Distrito Federal tem uma boa notícia. Nesta quinta-feira (22), o reservatório do Descoberto registrou 70,7% de sua capacidade. A última vez que o nível do reservatório ficou acima dos 70% foi em julho de 2016.
As medidas superaram as expectativas da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA). De acordo com as projeções do órgão, o Descoberto atingiria 65% do seu volume total no mês de março. Em abril, o volume seria de 70%, o maior valor em todo o ano de 2018:

Recuperação tímida

Apesar da boa notícia, o nível do reservatório ainda está bem inferior ao registrado antes do início da crise hídrica. Em março de 2016, o Descoberto havia ultrapassado os 96%:

Fim do racionamento

A previsão da Adasa era que o Descoberto deixasse o estado de atenção quando atingisse 60%. Mas uma portaria publicada no início de março revogou o sistema, e, portanto, não há previsão de quando o racionamento deve acabar. Na época, o órgão afirmou ao G1 que os critérios não eram mais válidos.
  • Rollemberg confirma fim do racionamento 'sem dúvida' em 2018; ouça áudio
Apesar das alegações técnicas da Adasa, o governador Rodrigo Rollemberg garantiu que o racionamento de água termina ainda em 2018. De acordo com Rollemberg, o aumento no volume de chuvas e as obras da barragem Corumbá IV seriam as responsáveis pela antecipação do cronograma.

FONTE:G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário