recém-nascido que foi encontrado nesta terça-feira (13), ainda com o cordão umbilical, enrolado em um saco plástico dentro da lixeira de um condomínio de Valparaíso de Goiás, está internado no Hospital Regional de Santa Maria, informou a Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Segundo a pasta, o bebê, que tem “provavelmente” dois dias de vida, foi levado para a Unidade de Cuidados Intermediários, “onde receberá toda assistência médica necessária prestada pela equipe multidisciplinar”. De acordo com a secretaria, o menino pesa 2,3 quilos e mede 45 centímetros. Responsável pela investigação do caso, o delegado de Luziânia, Rodrigo Mendes, informou que a Polícia Civil "dará prioridade ao delito" e "máximo empenho nas investigações". Até a publicação desta reportagem, não havia informação sobre o paradeiro ou a identificação da mãe da criança.



Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançará nesta quarta-feira (13), em Brasília, a Campanha da Fraternidade deste ano com o tema "Fraternidade e superação da violência". A cerimônia ocorrerá na sede da CNBB, na 905 Norte, às 10h.
Também nesta quarta, o cardeal Sergio da Rocha, Arcebispo Metropolitano de Brasília e presidente da CNBB, apresentará a campanha durante a celebração da missa na Catedral, às 19h30.
Criada em 1962, a campanha é apresentada todo ano na quarta-feira de cinzas, quando tem início a Quaresma, período de 40 dias no qual a Igreja Católica convida os fiéis a praticar a oração e o jejum até o domingo de Ramos, no dia 25 de março.
Segundo a CNBB, durante a cerimônia será lida a mensagem do papa Francisco para o período da Quaresma, além de serem apresentadas histórias de vida de pessoas que batalham para a superação de violência.
“Superar a violência, em vista de uma cultura da paz, exige o enfrentamento da realidade de exclusão. Sem a justiça social não haverá superação da violência”, afirmou o padre Luís Fernando da Silva, coordenador executivo das Campanhas da Fraternidade.


FONTE:G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário