Policiais civis condenados por extorsão em Brasília são exonerados





Quatro policiais civis do Distrito Federal condenados por extorsão foram exonerados, nesta segunda-feira (26), em função de um processo que corre na Justiça desde 2012. A decisão do governador Rodrigo Rollemberg foi publicada no Diário Oficial do DF.
Segundo a denúncia, os policiais invadiram um hotel, em 2005, durante uma busca por uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito e receberam R$ 20 mil para libertar os membros do grupo criminoso.

Perderam o cargo público:

  • Galeno José Marques (perda de aposentadoria)
  • Gilmar Julião Neto (perda de aposentadoria)
  • Ivaldo Batista de Carvalho (demissão)
  • Luiz Cláudio Nogueira de Souza (demissão)
O caso está na Justiça desde 2012 e foi julgado em primeira instância em janeiro de 2014, quando os quatro foram condenados pelo Tribunal de Justiça do DF a penas variando de 1 ano e 3 meses a 8 anos de prisão, dependendo da responsabilidade no crime.
Tanto o Ministério Público quanto os réus recorreram da decisão – o MP queria o aumento da pena; os policiais, a anulação da condenação, citando a prescrição do crime. Em segunda instância, em dezembro de 2015, os desembargadores da 1ª Turma Criminal do TJ rejeitaram os argumentos e mantiveram o pedido de prisão.


FONTE:G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário