Professores fazem ato no DF e cobram nomeação de servidores na Educação




Professores e orientadores da rede pública de ensino do Distrito Federal se reuniram em frente ao Palácio do Buriti, na tarde desta quinta-feira (25), para cobrar nomeações de servidores aprovados em concurso. Na quarta, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) divulgou um vídeo nas redes sociais anunciando que 648 docentes seriam convocados até a primeira semana de fevereiro.
Segundo o Sindicato dos Professores do DF, nos últimos três anos, 3,5 mil docentes se aposentaram e somente 590 novos funcionários tomaram posse.
“Há um déficit enorme de professores na rede pública. No concurso de 2016, foram 3 mil aprovados. Além disso, outros 600 que conseguiram aprovação em 2013 ainda aguardam a nomeação, e o certame vai vencer em junho deste ano”, diz o diretor da entidade, Samuel Fernandes.
O sindicato também afirmou que 1 mil orientadores educacionais estão, desde 2014, na lista de espera para assumir os cargos.
Mesmo diante da insatisfação da categoria com a quantidade divulgada pelo GDF, o governador disse, na gravação, que 2018 é “o ano da prosperidade”. Rollemberg também iniciou a publicação com a seguinte frase: “"#NoticiaBoa para a Educação do DF”. Além dos professores e orientadores, o governador anunciou que analistas, técnicos e monitores deverão entrar no bolo de nomeações.
De acordo com a Polícia Militar, 175 pessoas participaram do ato. A organização da manifestação, no entanto, estimou a participação de 300 servidores. Durante o protesto, nenhuma via foi bloqueada.

Reforço no orçamento

Segundo o GDF, a contratação de servidores será possível porque a Câmara Legislativa aprovou, no início deste mês, o projeto de lei que destina R$ 1,5 bilhão para o orçamento de 2018.
O montante abarca R$ 231 milhões de precatórios e R$ 1,3 bilhão em verbas economizadas do Iprev – o fundo de previdência dos servidores. Desse total, o governo afirmou que R$ 123 milhões serão realocados para a nomeação de concursados.

fonte: g1 mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário