Polícia detém advogada suspeita de planejar arrastão em condomínio do DF


Uma advogada e um homem, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), foram detidos neste sábado (6) suspeitos de planejar um arrastão em um condomínio em Taguatinga. O Grupo Tático Operacional da corporação começou a monitorar a área nesta manhã após receber uma denúncia anônima de que haveria uma tentativa de roubo no local.
Os militares abordaram os suspeitos enquanto eles tentavam entrar no condomínio em um veículo de cor prata. No interior do carro, os policiais encontraram duas armas de fogo.
De acordo com a PM, a mulher teria apresentado uma carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aos militares que participaram da ocorrência. No site da OAB, o nome da suspeita consta no Cadastro Nacional dos Advogados (CNA) do país.
O homem que a acompanhava já tinha passagens pela polícia por roubo à residência e porte ilegal de arma. A dupla foi levada para a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga), autuada por porte ilegal de arma de fogo e encaminhada para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário