DF anuncia informatização do registro de vacinas para 2018

Secretaria de Saúde do Distrito Federal disse que vai colocar em funcionamento, ainda em 2018, um banco de dados com o registro das vacinas que cada paciente já tomou. Atualmente, esse controle é feito apenas por meio da carteirinha de vacinação – que muitas pessoas perdem, precisando tomar novamente a mesma vacina.
O anúncio foi feito pelo subsecretário de Vigilância à Saúde, Marcus Quito. "Nós estamos, neste momento, substituindo o sistema de registro de informação de vacina no Distrito Federal, colocando o programa nacional de imunização."
"Esse programa prevê o registro completo, então, a partir deste ano, as pessoas que fizerem vacina poderão resgatar essa informação dentro das unidades básicas. Portanto, se chegarem com o cartão depois de vacinado esse ano. elas poderão resgatar. Aquelas pessoas que tomaram a vacina antes, elas têm que ter o cartão", disse.
"Caso o cartão tenha sido extraviado, não tenha encontrado, nós consideramos a pessoa não vacinada – aí ela toma uma nova dose", continuou.
Segundo ele, não é problema repetir a vacina dentro do prazo mínimo de seis meses. "Mas é importante que as pessoas guardem o cartão como forma comprobatória de que pessoa está com a vacinação em dia."


Nenhum comentário:

Postar um comentário