Após semana de estiagem, regiões do DF registram chuva nesta quarta








Um dia após o Distrito Federal registrar a temperatura mais alta (33,1 ºC) e a umidade relativa do ar mais baixa do ano (14%), a chuva reapareceu. Nesta quarta-feira (24), moradores de Samambaia, Ceilândia e Vicente Pires flagraram a precipitação que caiu sobre a região


Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no início da tarde, os termômetros mediram 31,9 ºC e umidade relativa do ar de 31% na estação Águas Emendadas, em Planaltina.
O órgão informou que, para quinta (25), há previsão de chuvas ainda mais fortes. As temperaturas mínimas e máximas esperadas serão de 18 ºC e 31ºC, respectivamente. A umidade deverá variar entre 90% e 30%.
“Amanhã, o tempo ficará parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuvas e trovoadas e isoladas. De sexta a domingo, no entanto, a previsão é de tempo nublado a encoberto com pancadas de chuvas e trovoadas isoladas”, disse o meteorologista do Inmet Manoel Rangel.
De acordo com Rangel, o reaparecimento da chuva ocorreu “devido ao retorno das áreas de instabilidade oriundas da região Norte, que voltam a provocar precipitações na região Centro-Oeste”.
Os dias quentes enfrentados na última semana pelos moradores do DF foram reflexo de um "veranico" – nome dado a uma estiagem atípica durante a temporada de chuvas. Isso acontece porque uma massa de ar quente está parada sobre a capital federal.

Volume de chuva e dos reservatórios

Com a volta ainda tímida das nuvens e a estiagem dos últimos dias, choveu apenas 95,5 milímetros em janeiro – o que representa apenas 38% da média para o mês, de 247 milímetros.
O volume dos reservatórios que abastecem a capital também sofreu com a falta de chuva. Desde o ínicio deste ano, a capacidade do Descoberto e de Santa Maria cresceu diariamente. No entanto, a partir da última quinta-feira (18), o nível das bacias ficou, praticamente, estagnado, conforme os dados divulgados pela Agência Reguladora das Águas do Distrito Federal (Adasa).
No levantamento da agência, não consta a medição do Descoberto no último domingo (21). Neste dia, o Santa Maria operou com 33,8% da sua capacidade


FONTE: G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário