Após reportagem, Caesb reconhece erro e conta de água cai de R$ 4,2 mil para R$ 60






A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) reconheceu o erro de medição em uma conta de água faturada em R$ 4.204, recebida por um morador do Itapoã nesta semana. O caso foi mostrado pelo  e pela TV Globo. Após uma nova análise, a conta de dezembro caiu para R$ 60.
Na sexta (12), após a publicação da reportagem, a Caesb enviou um técnico à residência para buscar o hidrômetro. Em nota, a companhia explica que houve um erro no cadastramento e na instalação do dispositivo.
Primeiro, o morador foi orientado pela Caesb a fazer um teste na rede para verificar se havia vazamento na casa. Ele não encontrou nada. Só depois, os técnicos levantaram a possibilidade de erro de leitura.
Em uma resposta enviada ao  na sexta, a Caesb chegou a dizer que o hidrômetro tinha sido testado em laboratório sem apresentar qualquer problema, em um exame com "100% de segurança".

Valor anormal

O cabelereiro Sandro Lucio, que vive em uma casa de quatro cômodos, estava acostumado a pagar R$ 80. O hidrômetro foi trocado em outubro e, desde então, a conta passou a subir. Um mês depois, em novembro, a cobrança foi de R$ 156. Em dezembro, subiu para o patamar dos R$ 4 mil – um valor 5.000% acima do normal.
A Caesb afirma que erros de leituras e ineficiência de hidrômetros são sempre passíveis de acontecer. Segundo a companhia, se o responsável por um imóvel notar qualquer variação atípica nos valores das contas, a orientação é pedir revisão da fatura.


FONTE: G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário