Após fechamento de lixão da Estrutural, caminhão é apreendido por descarte irregular de lixo


Em menos de doze horas após o fechamento do lixão da Estrutural, neste sábado (20), a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) flagrou o primeiro caminhão descartando lixo em local irregular. O veículo foi apreendido na SQNW 103 do Noroeste. Os responsáveis serão autuados por crime ambiental.
A medida começou a valer na sexta (19), após a publicação de uma portaria que ampliou os poderes da Agefis. Com a medida, o órgão fiscalizador passou a integrar o Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama) e, em casos como esse, recebeu autorização para apreender o veículo. Anteriormente, era possível apenas multar donos da empresa.
Segundo a Agefis, após a apreensão não será possível recuperar o veículo. O caminhão foi identificado a partir do monitoramento via drone. tenta contato com a empresa responsável.
Ao anunciar a nova regra sobre o lixo no DF, o governador Rodrigo Rollemberg disse considerar a mudança essencial para "inibir o descarte de resíduos em locais inadequados" e uma forma de ter controle sobre a efetividade da coleta seletiva no DF.
“A apreensão será feita em qualquer veículo que for flagrado descartando lixo em outros locais. De início, o foco será em caminhões e caçambas, mas também faremos um alerta para carroceiros.”


Fiscalização

O drone utilizado pela Agefis para flagrar a irregularidade também é utilizado para ajudar a monitorar a ocupação irregular de terra e grilagem.
O aparelho adquirido por R$ 12 mil já foi registrado e tem autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Os auditores vão passar por um treinamento para operar a ferramenta.
Segundo a Agefis, o drone serve para chegar a locais de difícil acesso e de larga extensão. O equipamento não vai aplicar multas, mas sim auxiliar equipes em solo para ir ao local. Em 2017, mais de 140 multas foram emitidas no DF por descarte irregular de lixo. As autuações somam cerca de R$ 450 mil.

Onde descartar?

O GDF informou esta semana, que nos dez dias seguintes à desativação do lixão da Estrutural, o local permanecerá fechado, inclusive, para o recebimento de entulhos da construção civil. Este será o único tipo de resíduo que poderá ser descartado no depósito após esse período.
Enquanto isso, o lixo já depositado no lixão da Estrutural será aterrado para decomposição. Entre os dias 20 e 29 de janeiro, os rejeitos de construções deverão ser levados por caçambas para distritos rodoviários. Os locais são cercados e administrados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).
Quem for pego carregando entulho sem autorizaçao ou jogando lixo em local proibido vai ter o caminhão apreendido pela Agência de Fiscalização (Agefis).

FONTE:G1 MUNDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário