Polícia prende grupo que usava carro de luxo para roubar casas e pedestres no DF

Polícia Civil do Distrito Federal prendeu quatro homens suspeitos de roubar residências e pedestres na região do setor P Sul, em Ceilândia, na madrugada desta quarta-feira (27). Segundo as investigações, o grupo agia, normalmente, a partir das 6h da manhã e usava um carro preto, da marca BMW, para praticar os crimes.
Entre os detidos, está um jovem de 16 anos. Outros dois suspeitos de integrarem o grupo são procurados pela polícia e, até às 15h desta quarta, estavam foragidos. O veículo, segundo o delegado 23ª Delegacia de Polícia, Victor Dan, pertence a um dos suspeitos que ainda não foi localizado.
De acordo com o delegado, todos os presos já tinham passagens pela polícia e atuavam, em conjunto, na região.
"Eles chegavam a praticar de 8 a 10 roubos por dia."

Prisão

Em entrevista ao G1, Victor Dan afirmou que a polícia chegou primeiro a um dos líderes do grupo, após ele ter roubado a residência do ex-patrão. O suspeito trabalhava em uma lanchonete de Ceilândia e teria sido demitido em novembro.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o grupo tentou roubar R$ 50 mil durante a ação. O dinheiro seria destinado ao pagamento de funcionários da lanchonete.
"Eles fizeram a família refém e, como não encontraram o dinheiro, levaram aparelhos celulares".
Com a prisão do líder do grupo, a Polícia Civil estima que os roubos a residências e os furtos a pedestres na região de Ceilândia possam diminuir em até 35%


Nenhum comentário:

Postar um comentário