Veja como votaram os deputados do DF na análise da segunda denúncia contra Temer

Seis dos oito deputados federais do Distrito Federal votaram, nesta quarta-feira (2), pela rejeição da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer por organização criminosa e obstrução de Justiça. Até as 20h45, os parlamentares ainda declaravam seus votos no plenário da Câmara.
Os votos a favor do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – e pela rejeição da denúncia – foram dados por Alberto Fraga (DEM), Izalci (PSDB), Laerte Bessa (PR), Rogério Rosso (PSD), Ronaldo Fonseca (PROS) e Rôney Nemer (PMDB).
Outros dois parlamentares do DF votaram a favor da continuidade da denúncia: Augusto Carvalho (SD) e Erika Kokay (PT). Os votos se mantiveram iguais em relação à votação da primeira denúncia, em agosto. Naquela ocasião, Rôney Nemer não votou porque estava ausente, em função da morte do pai.
A denúncia também inclui os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), acusados de organização criminosa. Para barrar o andamento da acusação, o presidente precisava de somar 172 votos, entre "sim", abstenções e ausências de deputados. Essa soma foi obtida por volta das 20h35.

Confira como votou a bancada do DF nesta quarta (25):

Alberto Fraga (DEM) - SIM
Augusto Carvalho (SD) – NÃO
Erika Kokay (PT) - NÃO
Izalci (PSDB) - SIM
Laerte Bessa (PR) - SIM
Rogério Rosso (PSD) - SIM
Ronaldo Fonseca (PROS) - SIM
Rôney Nemer (PMDB) - SIM


Nenhum comentário:

Postar um comentário