PM flagra barragem e captação irregular no DF, e dona é detida por desacato

Uma moradora do Distrito Federal foi detida por desacato e resistência à prisão, na tarde desta quinta-feira (19), após discutir com policiais militares em um flagrante de captação irregular de água. Segundo a PM, a estrutura tirava água de uma nascente perto da BR-020, em Planaltina.
Na última semana, a região amargou seis dias seguidos de racionamento de água, justamente pela situação crítica do sistema de córregos que abastece os imóveis daquela área. Segundo a Caesb, a crise no local foi causada pelo "uso intenso" do sistema que retira água do Córrego Pipiripau, e a perspectiva é de normalização nos próximos dias.
De acordo com a PM, a denúncia foi recebida pela Linha Verde do Ibama, que funciona pelo telefone 0800-618080 e recebe esse tipo de informação. No local, a equipe de policiais ouviu do dono da fazenda, por telefone, que existia uma outorga para o poço artesiano "em fase de renovação".
Segundo a corporação, o documento estava vencido desde março e, por isso, o poço não poderia estar funcionando. Além disso, os militares também encontraram uma "minibarragem" próxima à nascente. A estrutura desviava a água, evitando que ela se juntasse aos córregos de grande porte da região.
Ao chegar à propriedade, a mulher do proprietário foi informada sobre as irregularidades e "convidada" a prestar depoimento na Delegacia Especializada do Meio Ambiente. Nesse momento, diz a PM, ela começou a ofender os militares presentes, e acabou detida por desacato
Segundo os militares, além dessa infração, ela e o marido devem ser indiciados por dano a unidade de conservação, construção de obras potencialmente poluentes e desvio de recursos hídricos. Um funcionário da fazenda também foi levado à delegacia, mas deve ser ouvido apenas como testemunha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário