Funcionária de hospital da UnB encontra câmera escondida em banheiro feminino

Polícia Federal investiga a origem de uma câmera escondida encontrada, no fim da tarde desta terça-feira (24), no banheiro feminino do Hospital Universitário de Brasília (HUB). O objeto conhecido como "pendrive espião" foi visto por uma funcionária da unidade, que é vinculada à Universidade de Brasília (UnB).
Segundo a PF, a câmera portátil estava colada à parede do banheiro. Ao perceber a filmagem, a mulher retirou o equipamento do local e entregou à direção. A situação foi confirmada pelo HUB e pela polícia ao  e à TV Globo.
Policiais federais chegaram ao hospital às 17h para analisar o material, colher outras provas e fazer a perícia. Estudantes e funcionários também foram ouvidos. Por se tratar de violação de privacidade, o caso está sob sigilo.
À TV Globo, a gerência do HUB disse que está abrindo uma sindicância para apurar o caso. A instituição disse ainda que já começou uma "inspeção minuciosa" em todos os banheiros.


Nenhum comentário:

Postar um comentário