Ciclista de Brasília vencedor de maior competição de 'MTB' do país, fala da rotina de treinos

Brasil Ride, principal ultramaratona de mountain bike do país e uma das maiores da América Latina, terminou no último final de semana com um resultado histórico: o ciclista Abraão Azevedo, de Brasília, se tornou o único a vencer as oito edições da competição em sua categoria, a Master.
O "Pedalando" aproveitou para bater um papo com Azevedo, que tem 48 anos e nasceu em Formosa (GO), mas vive em Brasília desde 1986 e representa o DF nas competições. Na conversa, ele conta um pouco das dificuldades de uma ultramaratona e também fala de sua rotina de treinamentos.
O Brasil Ride deste ano contou com 500 atletas de 22 países - 40 deles eram do Distrito Federal. A competição aconteceu entre os dias 15 e 21 de outubro, ou seja, os ciclistas enfrentaram sete etapas em sete dias seguidos, num total de 558,2 quilômetros e 11.379 metros de subidas acumuladas. Ela é disputada em duplas – o parceiro de Azevedo foi o holandês Bart Brentjens.

Para Azevedo, essa foi a edição mais disputada do Brasil Ride. Além de muitas subidas íngremes e de etapas com percursos longos, superiores a 100 quilômetros, os atletas também tiveram que vencer obstáculos como a lama.

O principal problema enfrentado por Azevedo foi no quinto dia de competição, quando Brentjens, seu parceiro, sofreu um acidente.
"Ele bateu em uma árvore e o quadro da bicicleta quebrou", contou Azevedo. Apesar do susto, Brentjens não se feriu.
O acidente aconteceu quando os dois tinham percorrido 95 dos 130 quilômetros previstos para aquele dia. Segundo Azevedo, Brentjens ainda conseguiu percorrer cerca de 34 quilômetros sobre a bicicleta, com cuidados como não usar o freio dianteiro.
"Mas quando faltava cerca de um quilômetro para a gente chegar, o quadro quebrou de vez.

Treinos

Azevedo diz que não faz nenhuma dieta rigorosa para manter a forma. "Como de tudo, até bacon", disse. A estratégia dele é não exagerar em nenhum tipo de alimento e ficar de olho na balança para não permitir que o peso baixe ou suba muito além dos 59 quilos considerados ideais.
Quando está em preparativo para alguma competição, pedala seis vezes por semana, em treinos que duram de 1 hora a 5 horas.
Além disso, também frequenta academia e pratica natação, corrida e pilates – este último ele recomenda aos ciclistas amadores que querem elevar seu desempenho, pois melhora a força e a flexibilidade

Azevedo conta hoje com o apoio de uma marca de bicicletas, que fornece os equipamentos, além de uma loja e um restaurante de Brasília. Sua renda principal vem do trabalho de assessoria esportiva – sua empresa conta atualmente com cerca de 80 alunos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário