Adasa pede dados à Caesb, e adia decisão sobre racionamento de 48 horas no DF

Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) adiou por tempo indeterminado, nesta terça-feira (24) a decisão sobre um possível racionamento de água de 48 horas ininterruptas. A ideia consta em uma proposta da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb), em análise desde a noite de segunda (23).
Ao receber o documento, a Adasa informou que "bateria o martelo" sobre o caso em até 24 horas. Nesta terça, a agência afirmou ao que até começou a analisar o tema, mas "solicitou informações complementares" à Caesb e, por isso, não tem como cumprir o prazo informado.
"A avaliação seguirá até todas as dúvidas da equipe técnica serem respondidas para que uma decisão seja tomada", diz a Adasa. Com isso, não há prazo para que o novo plano de enfrentamento da seca seja autorizado e implementado na capital.
Na última sexta (20), a companhia adiantou em entrevista coletiva que uma das medidas era a interrupção na oferta de água por 48 horas seguidas – o dobro do regime atual.
A Caesb afirmou que, mesmo após a aprovação do planejamento, "ainda não tem data marcada para iniciar a ampliação do rodízio". Na sexta, o presidente da companhia, Maurício Luduvice, disse que, se for necessário implementar o racionamento de dois dias, "a população será devidamente informada com antecedência”.

Crise no Descoberto

No plano, a estatal também apresenta a possibilidade de manter o ritmo atual de abastecimento, pelo menos, até que o reservatório do Descoberto chegue a 4%. O "gatilho" para reduzir a captação de água na bacia era de 9% – mais que o dobro.

Nesta terça, o volume do Descoberto caiu para 8,7% da capacidade total. Segundo as curvas de monitoramento projetadas pela Adasa, esse nível indicava o ponto mais baixo previsto para o Descoberto em 2017, e só seria atingido no fim desse mês.
O presidente da Caesb, Maurício Luduvice, informou que “melhorias operacionais na rede permitiram que a Caesb pudesse trabalhar de forma segura com o reservatório em um nível mais baixo”. Entre essas melhorias, estão "autobombas" instaladas no Descoberto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário