Cármen Lúcia envia a Fachin notificação sobre rejeição de denúncia contra Temer

presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, enviou ao relator da operação Lava Jato, ministro Luiz Edson Fachin, a notificação da Câmara dos Deputados sobre a rejeição do prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer.
O material chegou da Câmara na sexta-feira (4) e foi encaminhado nesta segunda (7) ao gabinete de Fachin. Agora, caberá a ele tomar providências no caso. Ele deve suspender o inquérito em relação a Temer, já que a Câmara rejeitou dar andamento à denúncia neste momento. O caso só poderá ter andamento quando ele não for mais presidente da República.
Fachin também tem que definir qual será o destino das investigações sobre o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, denunciado junto de Temer, mas que não tem foro privilegiado.
Não há prazo para Fachin decidir. Na semana passada, ele disse que tomaria providências rapidamente.
Temer e Rocha Loures foram denunciados pela Procuradoria Geral da República por corrupção passiva por susposto recebimento de valores para atuar em benefício da JBS.


Nenhum comentário:

Postar um comentário